Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Papa Francisco nomeou este sábado D. Nuno Brás como Bispo do Funchal

D Nuno Bras 1

O Papa Francisco nomeou, hoje, D. Nuno Brás como novo Bispo do Funchal. A tomada de posse do antigo Bispo Auxiliar de Lisboa vai acontecer no dia 17 de Fevereiro, Domingo, na Sé do Funchal, na ilha da Madeira. O anúncio oficial foi feito pela Sala de Imprensa da Santa Sé, no Vaticano, em Roma, Itália. O religioso lourinhanense, de 55 anos, sucede, como novo Bispo do Funchal, a D. António Carrilho, que se encontrava naquela diocese desde 7 de março de 2007.

Nuno Brás da Silva Martins era até hoje Bispo Auxiliar de Lisboa, nomeação que recebeu do então Papa Bento XVI, a 10 de Outubro de 2011, tendo decorrido a ordenação episcopal a 20 de Novembro do mesmo ano. Natural do Vimeiro, no concelho da Lourinhã, Diocese de Lisboa, D. Nuno Brás nasceu no dia 12 de Maio de 1963, frequentou os Seminários Maiores do Patriarcado de Lisboa (Almada e Olivais), entre os anos 1980 e 1987, tendo sido ordenado sacerdote pelo Cardeal-Patriarca D. António Ribeiro, a 4 de Julho de 1987.

O bispo lourinhanense foi vigário paroquial na Paróquia de Nossa Senhora dos Anjos, em Lisboa, redactor, editor e director do jornal ‘Voz da Verdade’ (órgão oficial da Diocese de Lisboa), reitor do Pontifício Colégio Português, em Roma, formador e depois reitor no Seminário dos Olivais, em Lisboa. Integra a Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais, da Igreja Católica em Portugal, e mais recentemente, a 13 de Julho de 2016, foi nomeado membro da Secretaria para a Comunicação da Santa Sé. Desde Março do ano passado que D. Nuno Brás coordena a secção das Comunicações Sociais da Comissão para Evangelização e Cultura, organismo do Conselho das Conferências Episcopais da Europa. Enquanto Bispo Auxiliar de Lisboa foi responsável pelo acompanhamento das Vigararias e Paróquias do Oeste.

Em entrevista ao jornal ‘Voz da Verdade’, D. Nuno Brás sublinha que acolhe esta nomeação “com um misto de temor, porque obviamente conheço as minhas limitações e, portanto, a tarefa é sempre demasiado grande para as minhas capacidades, e confiança, sabendo que Nosso Senhor não me abandona nunca e que isto é d’Ele. Acolho, também, sabendo que há um Povo de Deus na Madeira, com fé, com esperança, com caridade, com comunidades vivas, bonitas, com gente empenhada e também com padres”.

Na página oficial do Patriarcado de Lisboa, o Cardeal Patriarca D. Manuel Clemente refere “D. Nuno Brás merece toda a nossa gratidão pelo trabalho que realizou no Patriarcado de Lisboa, especialmente como formador e reitor do Seminário dos Olivais e Bispo Auxiliar desde 2011. Em tudo manifestou grandes dotes de inteligência e qualidade pastoral, ganhando justamente a estima do Povo de Deus, especialmente dos que mais diretamente serviu. Destaco o acompanhamento às Vigararias, ao respetivo clero e paróquias, e as visitas pastorais”. D. Manuel Clemente adianta ainda que “também a qualidade das suas intervenções e escritos na ‘Voz da Verdade’ e outras publicações foram de grande pertinência para a nossa vida eclesial e cultural. Estou certo que a Diocese do Funchal muito beneficiará com tantas qualidades comprovadas”.

Texto: Paulo Ribeiro/ALVORADA
Fotografia: Patriarcado de Lisboa