Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Campanha 'Dê troco a quem precisa' rendeu 15 mil euros para apoio a medicamentos

farmacia

A campanha 'Dê troco a quem precisa', que decorreu em farmácias, rendeu mais de 15 mil euros, com o dinheiro a servir para apoiar pessoas carenciadas no acesso a medicamentos, segundo os resultados hoje divulgados.

De acordo com o balanço divulgado pela associação promotora da campanha, as 635 farmácias que aderiram receberam 24.505 donativos para apoiar pessoas carenciadas, num total de 15.853 euros. Nesta edição, nenhum farmácia do concelho da Lourinhã aderiu à iniciativa.

A campanha foi promovida pela Associação Dignitude, uma instituição particular de solidariedade social dedicada ao desenvolvimento de programas solidários que promovam a qualidade de vida e o bem-estar dos portugueses.

A Associação lançou o Programa abem: Rede Solidária do Medicamento, que vai receber os apoios na totalidade. O programa tem como objectivo permitir o acesso, de forma digna, aos medicamentos prescritos a quem não tem capacidade financeira para os adquirir, cobrindo na receita o valor não comparticipado pelo Estado. Já apoiou a nível nacional mais de 25 mil pessoas.

A campanha 'Dê troco a quem precisa' decorreu entre 13 e 21 de Dezembro. Na altura os portugueses foram convidados a doar o troco das suas compras nas 635 farmácias aderentes. O valor angariado permite que mais 158 pessoas carenciadas sejam apoiadas no acesso a medicamentos durante um ano.

Este projecto é conduzido pela nobre missão de apoiar quem não tem capacidade financeira para pagar os seus próprios medicamentos e temos a certeza de que esta é uma realidade persistente contra a qual devemos continuar a lutar”, disse, citada no comunicado, Maria de Belém Roseira, associada fundadora da Associação Dignitude.

A iniciativa de ajudar pessoas carenciadas no apoio à compra de medicamentos não se esgotou na campanha e pode ser apoiada a qualquer momento, diz-se também no comunicado.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: Direitos Reservados