Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

LIFE Berlengas entre finalistas do Prémio Europeu Natura 2000

Berlengas Isabel Fagundes

O projecto ambiental ‘LIFE Berlengas’ figura entre os finalistas do Prémio Europeu Natura 2000 deste ano segundo o anúncio feito hoje pela organização. Coordenado pela SPEA - Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves, este projecto surge entre os cinco finalistas, na categoria ‘Conservação’, tendo sido selecionado entre 36 candidaturas nessa categoria. Para além do prémio atribuído por um júri, o projecto está também a votação para 'escolha do público' até dia 15 de Setembro na página oficial da Rede Natura 2000.

Segundo Joana Andrade, coordenadora do projecto ‘LIFE Berlengas’, “ser finalista do prémio Natura 2000 mostra que o nosso trabalho na Berlenga é um caso de sucesso e um exemplo a seguir. Estamos muito satisfeitos com este reconhecimento de todo o trabalho de conservação e recuperação que aqui fizemos ao longo de cinco anos, graças a uma equipa técnica de excelência e a centenas de voluntários dedicados”.

O ‘LIFE Berlengas’ envolveu cinco parceiros e decorreu entre 2014 e 2019, tendo como principal objectivo devolver “a essência da ilha” das Berlengas, criando melhores condições às espécies nativas daquele habitat único, sobretudo as aves marinhas e as plantas nativas. “A selecção como finalista deste prémio europeu reconhece o sucesso das acções de recuperação de habitat, através do controlo de espécies exóticas invasoras e construção de ninhos artificiais”, considera a organização ambientalista.

Para a SPEA, em comunicado, “outro importante resultado do projecto foi a caracterização dos visitantes e a criação do barómetro de visitação, que pretende ser um instrumento de apoio à gestão, permitindo não só compreender e avaliar a percepção dos visitantes, mas também aferir eventuais impactos de mudanças introduzidas na gestão desta área”. Entre os sucessos do projecto destaca-se o nascimento da primeira cria de roque-de-castro na ilha da Berlenga, as câmaras ‘online’ que permitiram a todos seguir em directo o desenvolvimento de crias de cagarra e galheta e a remoção da quase totalidade do chorão da ilha, “um ‘tapete’ que cobria de verde uma boa parte da ilha mas que impedia as plantas nativas de se desenvolverem”.

O Prémio Natura 2000 foi criado pela Comissão Europeia para celebrar e promover as melhores práticas para a conservação da natureza na Europa. É dedicado a recompensar a excelência na gestão e promoção da Rede Natura 2000 e na consciencialização da sua importância e dos seus benefícios para os cidadãos europeus. Os vencedores nas cinco categorias serão revelados a 14 de Outubro, em Bruxelas, na Bélgica. O ‘LIFE Berlengas’ foi coordenado pela SPEA, em parceria com o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), Município de Peniche, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (FCSH) e com a Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar do Instituto Politécnico de Leiria (ESTM) como observador.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Isabel Fagundes/SPEA