Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

ESCO: instituição escolar torriense realiza parcerias internacionais em tempo de pandemia

escoparceriasinternacionais

Como os intercâmbios físicos ainda não são possíveis para os alunos nos próximos meses devido à pandemia da Covid-19, a ESCO - Escola de Serviços e Comércio do Oeste, situada em Torre Vedras, em colaboração com os seus parceiros estrangeiros de Middelburg (Holanda), Calais (França), Valência (Espanha), e Salzburgo (Áustria), na iniciativa ‘Internationalisation @ Home ou All Together Now’ acordaram, durante este ano lectivo, desenvolver um conjunto de actividades de intercâmbio digital que visam continuar a proporcionar a alunos e professores, oportunidades de troca de experiências culturais e de enriquecimento mútuo (em termos pessoais e técnicos).

Deste modo, no dia 4 de Fevereiro, decorreu o evento de abertura deste programa - o ‘Talent Show ESCALTA’ - dinamizado pela parceira holandesa SCALDA, durante o qual os alunos dos vários países puderam partilhar um talento individual (na área da música, dança, magia ou até comédia), tendo contado com a presença online de mais de 180 participantes, sendo destes 120 alunos.

Na sessão de abertura, foram ainda vários os interlocutores das diversas entidades afiliadas que quiseram deixar uma palavra de reforço à importância da manutenção destas relações de parceria no enriquecimento mútuo das pessoas e dos territórios: Eric Kerckhaert (director da SCALDA - Holanda), Leo Worndl (director da Tourismusschule Klessheim - Áustria), Chris Dekker (vereador do Município de Middelburg - Holanda), John de Jonge (vereador do Município de Vlissingen - Holanda) e Carlos Bernardes (presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras).

Os alunos das áreas de estudo de Economia e Administração, Comércio e Empreendedorismo, Cozinha/Pastelaria e Turismo/Recepção das várias escolas irão participar ainda com várias apresentações relacionadas com o perfil de saída dos seus cursos e workshops, monitorizados pelos seus respectivos professores em contexto de orientação internacional, competências interculturais, desenvolvimento pessoal e prática de línguas estrangeiras.

Por parte da ESCO, nesta actividade inaugural, participou a turma T8, 1º ano do Curso Técnico de Turismo. Em comunicado enviado ao ALVORADA a instituição escolar, liderada pela lourinhanense Júlia Alfaiate, referiu que as reacções posteriores “foram tão positivas” que ficou acordado que uma próxima edição destes encontros digitais será realizada no dia 20 de Maio e novas actividades serão dinamizadas, com o envolvimento de mais alunos e mais parceiros.

Na ESCO “acreditamos que as relações (nacionais e internacionais) e os contactos interpessoais, ainda que reinventados, são uma das bases do nosso ADN e da nossa abordagem pedagógica na formação não apenas de técnicos, mas, sobretudo, de cidadãos inseridos num mercado global, em cujo processo de desenvolvimento são igualmente importantes as chamadas ‘hard skills’ (competências técnicas) e as ‘soft skills’ (competências relacionais)”, pode ler-se no comunicado.

Desde há já vários anos que, na ESCO, as actividades de intercâmbio e os projectos internacionais têm vindo a fazer parte do seu plano anual de actividades. “Temos amadurecido relações e temos procurado estimular junto dos nossos alunos o gosto pela troca de experiências enquanto factor promotor de comportamentos mais tolerantes, inclusivos e de aproximação entre os povos”, concluiu o comunicado.

Texto: ALVORADA
Imagem: ESCO