Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

PSD denuncia grandes constrangimentos no Serviço de Urgências do Hospital de Torres Vedras

Hospital de Torres Vedras 2

O PSD de Torres Vedras denuncia a sua “indignação” pelo que se está a passar no hospital público da cidade, pelo facto de que “só são aceites utentes que se desloquem em transporte próprio, dada a falta de recursos humanos e a precaridade das instalações físicas” no Serviço de Urgências desta unidade do CHO - Centro Hospitalar do Oeste.

Em comunicado enviado esta noite ao ALVORADA, a estrutura local social-democrata critica ainda o facto de que as ambulâncias que se desloquem à unidade hospitalar “depara-se com o fecho da mesma” e os doentes são encaminhados para outros hospitais, “provocando um grave constrangimento e pressão nas ambulâncias de emergência ao serviço dos bombeiros”. Esta situação estará a ser criada pelo aumento de adesão de utentes a esta unidade, facto que, contudo, é normal nesta época do ano.

Para Hugo Martins, líder da concelhia laranja torriense, “isto é, no nosso entender, e no mínimo, desumano e de extrema gravidade, pelo que não o podemos admitir!”. “O corpo clínico deste hospital deve ser valorizado rapidamente, para evitar que se sucedam mais demissões e devem ser encetadas medidas urgentes para que a urgência seja assegurada pelo corpo clínico próprio do CHO, em vez dos chamados médicos ‘tarefeiros’”, defende o responsável político. Defende ainda o partido que a atratividade de médicos “tem de ser promovida, imprescindivelmente, pois é a única solução, a curto prazo, que permite atenuar esta problemática”.

O PSD de Torres Vedras exige a “imediata intervenção” do Governo e da Câmara Municipal, no sentido da “rápida resolução” desta situação. “Com a saúde não se brinca e, de há uns tempos para cá, nem o Governo nem a Câmara Municipal de Torres Vedras conseguiram promover nenhuma acção real na resolução deste problema, que a todos, sem excepção, afecta”, critica ainda Hugo Martins.

O ALVORADA vai solicitar esclarecimentos ao CHO sobre esta situação denunciada pelo PSD/Torres Vedras.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Direitos Reservados (arquivo)