Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Legislativas: ANAFRE diz que voto de confinados não altera preparativos já em curso

eleicoes legislativas III

A ANAFRE - Associação Nacional de Freguesias considerou hoje que a recomendação de um horário para votação dos confinados devido à Covid-19 nas eleições legislativas não vai alterar os preparativos já em curso, apelando à responsabilidade individual dos eleitores.

“O que estava, neste momento, já previsto executar, ou planificado, dificilmente irá ser alterado, porque nós já temos previstas as maiores cautelas em termos de as pessoas não se cruzarem nos corredores das escolas ou edifícios onde vai ser efectuada a votação, exigir a todos o uso da máscara obrigatório e tentar que todos desinfectem as mãos e tenham uma esferográfica própria”, afirmou à Lusa o presidente da ANAFRE, Jorge Veloso, salientando que os membros das mesas são pessoas habituadas à realização de actos eleitorais, alguns durante a pandemia.

Jorge Veloso sublinhou que as condições de segurança em que deve decorrer o acto eleitoral no dia 30, desde as 8h00 da manhã, não serão alteradas para a votação de pessoas em confinamento devido à Covid-19 numa hora específica. “As condições de votar não se podem alterar naquela altura. Temos poucas hipóteses disso. […] As condições têm de estar garantidas quer para os confinados, quer para os outros”, acrescentou.

Para o autarca, a segurança no acto da votação também “é da responsabilidade de cada um”. “Cada um tem de ser muito responsável pelo que vai fazer no dia 30. Não só no [acto de] votar, mas também na responsabilidade civil de se comportar como deve ser, respeitando as normas”, sublinhou. Jorge Veloso lembrou ainda que quem está em confinamento ainda pode inscrever-se na modalidade de voto em confinamento até domingo, pedindo a recolha de voto no domicílio por equipas do município.

Segundo o portal do eleitor, quem está confinado devido à Covid-19 pode requerer, entre 20 e 23 de Janeiro, em https://www.portaldoeleitor.pt) o voto antecipado, caso o confinamento lhe tenha sido decretado até ao dia 22 de Janeiro por uma autoridade de saúde. Os votos destes eleitores serão recolhidos entre 25 e 26 de Janeiro pelo presidente da Câmara Municipal respetiva, ou seu representante, na morada onde se encontra em confinamento. Os restantes eleitores podem também solicitar até quinta-feira, no mesmo portal, o voto antecipado ou em mobilidade, votando este domingo presencialmente na secção de voto escolhida.

Texto: ALVORADA com agência Lusa